Pedro Bandeira: Nesse físico de um deus grego, Numa...

Nesse físico de um deus grego,
Numa intensa relação,
Eu pálida e bêbada, tremo
E me afogo e me sufoco
Entre loucura e paixão

Quero fundir meu corpo,
No teu corpo junto ao meu.
Nos teus braços serei cega
Para que sejas o meu guia.
Nós seremos a matéria,
Nosso amor será a energia.

Se esse amor me modifica,
Me transforma, me edifica,
Se ele afeta tanto a mim,
também te transformará.
A energia desse amor
Afetou-nos para sempre
E a matéria que hoje somos
Outra matéria será...

Seremos dois novos amantes
Pelo amor energizados
Transformados,
Mas em quê?
Quem eras antes de mim?
Quem sou depois de você?

No meu seio serás meu,
Para o uso que quiser.
Nos teus braços em abandono,
Ao teu lado sou mulher.

Pedro Bandeira BANDEIRA, P., A Marca de uma Lágrima, Moderna, 1985.
Inserida por MARCELINHA24