Rebeca Funke: Ar... ás vezes me pareçe tão...

Ar...
ás vezes me pareçe tão líquido...
como música para meus ouvidos.

Como é bom poder bebê-lo infinitamente,
até embriagar-me,
extasiar-me.

Às vezes é só o q preciso:
Ar.

...e, às vezes, não.

Às vezes preciso de algo mais..
algo mais impuro,
mais denso,
ou algo que faça menos sentido
e que seja tão bom quanto.

O modo como o sinto,
é similar ao modo que respiro.

Não vejo,
não sinto gosto,
não imagino a forma...

mas é completamente óbvio.

Amor é tão denso e real quanto o ar.

Apesar de não ser sólido, eu o sinto nas veias...
fazendo meu coração pulsar
e minha vida continuar.

Porém a diferença entre
o ar
e o amor é:
o amor me satifaz...


completamente.

Inserida por rebeca.funke