Vaumirtes Freire o poeta do silêncio: Fui o silêncio do sino das históricas...

Fui o silêncio
do sino das históricas torres das catedrais,
após seus dobrados.
E ouvi,
além da voz da brisa
em busca de paz,
o rebuliço das andorinhas
e pardais
confeccionando
seus ninhos.
Trecho do poema “Já fui silêncio”

Inserida por vaumirtes