Marcio Funghi de Salles Barbosa: O COMPRADOR SATISFEITO Estamos...

O COMPRADOR SATISFEITO

Estamos ministrando, Brasil a fora, o curso "O Comprador Satisfeito!", mostrando que ninguém nasce vendedor, é a vida que assim nos faz. Mas esta não parece ser a realidade do comércio. Pessoas são contratadas pelo simples fato de já terem trabalhado em comércio, por serem apresentáveis ou terem uma certa influência sobre uma determinada classe de compradores, ou ainda, porque exigem pequeno salário.
Não é criado um perfil de contratação para aquele ramo, não é feito um treinamento intensivo e as instruções são todas padronizadas, com a maioria dos vendedores exibindo aquele sorriso estúrdio, sem noção de como criar a relação de empatia. Ao invés disto, são cobrados a não deixar sair ninguém sem vender, a falsear informações, a mentir sobre a origem dos produtos. Só para citar exemplo, tentaram nos empurrar um cartucho reciclado, para impressora de jato de tinta, dizendo que a tinta era comprada da HP.
Outros vendedores, pior ainda, já saem de casa com o mau humor estampado na cara, respondendo secos "numtem!", "nunsei!" e outras barbaridades, como o fatal: "brigado, eu!", quando agradecemos algo.
Os proprietários, muito preocupados em controlar o caixa e os furtos, às vezes nem sabem como anda o contato com os clientes e só vão descobrir, que administravam múmias, quando falirem.
Vender é a arte de cativar, de entender que a compra é algo mais que uma transação. É criar amigos, vínculos de afetividade, é suprir as carências afetivas e de diálogo do comprador. É sentir que aquele ser humano que compra, às vezes nem precisava comprar, queria conversar, mas inseguro, busca uma mercadoria, para ser notado, elogiado, ter um cúmplice naquele momento.
Em nosso curso abordamos as variáveis mais importantes na formação das personalidades das pessoas, ensinando aos vendedores a olharem para dentro de si, de forma a não extravasar os seus problemas e mostrando como compreender o comprador, como conquistá-lo. É ensinado como se prestam serviços acessórios aos compradores, como evoluir a comunicação, como ser sincero e amigo, sem ser bajulador e empurrador de mercadoria a contragosto do cliente.
Esta fidelização do cliente ao comprador, é algo muito fácil de ser alcançado, não requer compreensões confusas, mas a percepção de uma lógica simples: vendemos, se compreendermos o relacionamento existente entre nós e o cliente.
Só com o despertar destas realidades é que se cria um vendedor dentro de nós. E precisamos entender, que todos nós vendemos algo muito importante, independente da nossa profissão, que é a nossa imagem. Sem esta percepção, no máximo faremos um escambo silencioso, sem vida, cansativo.
__________________________
www.drmarcioconsigo.com

Inserida por drmarcioconsigo