Desconhecido: Tenho a alma aberta Como aberto, no...

Tenho a alma aberta
Como aberto, no prefácio,
É o livro recebido de presente.

Mas tenho códigos a serem seguidos.
Como o vento que comumente passa
Sem ouvir a pergunta:

“Oh, vento, se há a certeza do inverno,
Andará longe a primavera?”

Volto para o lugar onde;
Me invento
Me faço
Me encontro,
Me paciento,
E meu coração arde.

(Lá onde principiou o meu tempo)
Onde estarei a espera de quem a faça,
Não importa quanto tarde

Inserida por jucicastro