Pedrofaneca: É madrasta a vida de um poeta Por vezes...

É madrasta a vida de um poeta
Por vezes consegue ser estrela
Noutros momentos vira pateta
Vive a vida sem poder vive-la

Os seus sentimentos fazem sentido
O mais complicado será interpretá-los
Mas faz com que tudo seja vivido
Todos os seus medos tenta supera-los

Como é possível descobrir um sentimento
Se nunca sabemos o que sentimos
Vivemos a vida no nosso pensamento
Enfrentamo-la sem medo do que descobrimos

Quando mais pretendemos amar
Entregamos tudo até o nosso mundo
Vivemos e continuamos a lutar
Sem nunca sentir o mais profundo

Quando a verdade descobrimos
Pretendemos esconder e não acreditar
Pois não era aquilo que sentia-mos
E ficamos sem força para respirar

Inserida por pedrofaneca