Antonielson kleverisk (Antonielson Sousa): Somente o teu amor Agora, eu vou...

Somente o teu amor

Agora, eu vou vivendo,
Te encarando, te sentindo...
E, mesmo quando tu não estás aqui,
Meu coração te enxerga,
E o silêncio ao me atingir,
Faz-me derramar lágrimas,
Faz-me chorar, e ao mesmo tempo sorrir.
Por que, meus pensamentos,
Transportam-me ao belo mundo do amor,
No qual, nós, somos os artistas principais.
E ao te encontrar frente a frente,
Cresço inexplicavelmente,
Sinto meus pés mais firmes,
E a vida, mais complexa ainda.
Talvez, eu não tenha sentido,
O máximo do amor,
Por que não sei, qual é o seu máximo.
Talvez eu não conheça,
A verdadeira arte de amar,
Por que não sei, qual sua real pintura.
Mas sinceramente, de dentro de mim,
Do meu coração, eu confesso,
Que o teu, somente o teu amor,
Basta, para que eu viva.


*Uma poesia feita para a pessoa responsável por tantas outras- Paloma- minha prometida. Para ela essa é a poesia mais bonita que ja fiz.