Theresinha Coelho: Uma a uma, todas as estrelas se apagam,...

Uma a uma, todas as estrelas se apagam, solidárias com minha dor.
Malvado escritor,compôs no livro do destino, a cruel regra, onde define que a mim será negada a felicidade.

Inserida por sydynhasilva