Cláudia Banegas: No labirinto das poesias me perco, sem...

No labirinto das poesias me perco,
sem pressa de encontrar a saída.
Gero palavras, as guio, as transformo,
lhes dou corpo, lhes dou forma, lhes dou luz.

Inserida por cbanegas