Paula Câmara Ferreira: Não queira provar-me Pois sou um veneno...

Não queira provar-me
Pois sou um veneno
O que eu causo é irreversível
Uma doença sem cura
Uma causa perdida...
Um veneno doce e suave
Frio e intenso...
E você ainda acredita em conto de fadas...

Inserida por Paxazinha