Catarina dá mesquita: Tu respiras e eu reparo. Reparo nas...

Tu respiras e eu reparo.
Reparo nas curvas do teu corpo deitado,
a subirem a descerem com a entrada e saída de ar…
Reparo nos traços da tua cara
e nas linhas da tua boca.
E a minha boca grita pela tua
O nada magoa-me,
o silencio sufoca-me, o medo devora-me
tu que não sabes ainda
este sentimento sufoca-me
um dia penso beijar lindo (a)
Saudade? Bem sei o qu’é isso...
“…o medo vai dançando à minha volta.”
Nunca tive medo até hoje.
Nem culpa, nem saudade,
nem necessidade de olhar para o meu par mais um bocado
… Só tinha prazer…
e revolta

Inserida por CM