Paula Câmara Ferreira: É estranho me sentir assim de novo Tão...

É estranho me sentir assim de novo
Tão forte e ao mesmo tempo tão frágil..
Perdida e ao mesmo tempo centrada...
É difícil sentir isso de novo, pois não é um sentimento desconhecido...
Mais se torna tão avassalador como um...
Sentir-me tão protegida num abraço que poderia durar pra sempre...
Buscar de novo a onde está aquele olhar...
É mágico, poderoso e quando menos esperava.
Lá veio você com seu sorriso me conquistando...
E logo eu que achava que a única solução seria morrer por amor...
Você veio reviver algo que há muito estava morto, esquecido...
Como não pensar em você...
Perco-me nos seus olhos, quero morrer no teu sorriso...
Lá onde eu encontro paz...
Em poucos minutos tudo mudou, não sei o que fazer, meu sorriso bobo
Não me faz querer esconder...
É lá onde eu encontro paz...
Meu anjo da morte...
Veio me buscar...
Revivendo-me das cinzas
E aqui ainda pulsa um coração

“Anjo, seus olhos iluminam meu caminho nessa noite de outono”

Inserida por Paxazinha