Luis Tavares: O amor (A palavra) Como ela surge? Do...

O amor (A palavra)

Como ela surge? Do breu? Do nada?
Como é que desconcerta o pensamento?
Como é que quase sempre ela se agrada
De quem não tem nada por dentro?

Como é que deixa a alma hipertrofiada?
Por que é que trás, às vezes, sofrimento?
Por que é que chega com voz tão delicada?
Por que é que se vai, quando vai, feito um tormento?

Por que é que é sempre intocada
E, ainda que cantada e decantada,
Nunca experimenta o envelhecimento?

Como é real se é coisa imaginada?
Como é verdade se não pode ser provada?
Porque é que eu ainda tento.

Inserida por fabiocaio