Miwara: Fragmentos Meus... Hoje não vou...

Fragmentos Meus...
Hoje não vou escrever uma carta entitulada de “Mim para ti”, nem vou falar dos “caminhos de que a vida é feita”, muito menos do que “com a vida eu aprendi”. Hoje eu me ergui, consegui pela primeira vez seguir o que o meu coração ao longo desses anos todos tem me tentado transmitir.... Até quando teria que viver daquele jeito? It’s time to grow, time to change, time to move on...Reencontrei o meu eu...recolhi os pedaços do meu coração e voltei a colar metade por metade. Cansei de ser a certinha, pois isso não me levou a lado nenhum, afinal no fim quem sofreu fui eu. Deixei-me levar por palavras enganosas, perdi o meu tempo com pessoas que pouco souberam me valorizar, quase esqueci de mim mesma e em troca so me decepcionei....Estou de volta para a vida nova, vou fazer poeira e varrer a vida passada, pois na altura em que o meu coração e a minha vida estavam em contradição, o primeiro raramente saiu vitorioso, a menos que bastasse eu abster-me; então, na maioria das vezes, eu era forte, mas sempre me foi impossível agir contra o meu feitio (dizem que sou muito transparente). Na verdade, o meu coração sempre me comandou, e muitas vezes a minha vontade ficou surda. Muitas vezes não fui capaz de continuar, preferi muitas vezes evitar seguir o meu proprio caminho, porque eu achava que um dia as coisas se resolveriam. Mas hoje eu me esgotei, vivo cada dia ate a ultima gota de felicidade e absorvo-a toda em mim. Olho o céu dificil entre as nuvens, respiro a profundidade do amor em mim, e oiço o vento. A cada hora que passa, a vida me parece ou muito complicada e misteriosa ou muito simples e profunda.Escuto no silêncio que há em mim e basta outro tempo começou p’ra mim agora... E ja arrumei tudo o que tinha para arrumar, agora apenas palavras me aguardam, e o tempo exacto p’ra as exprimir. Coisas minhas...

Inserida por miwara