Desconhecido: Fazia tempo que não me sentia assim....

Fazia tempo que não me sentia assim. Feliz. Uma felicidade tão boa...
A felicidade simplesmente veio. Foi entrando devagarzinho, se acomodando... e resolveu ficar. A tristeza era minha velha companheira. Estava tão acostumada a ela, que estranhei o sentimento novo. Essa esperança do nada. Essa vontade de lutar por alguma coisa boa que eu nem sei direito o que é. De mudar de vida. De correr atrás das coisas que eu realmente almejo pra mim. De me fazer bem. De parar de sentir “auto-piedade”, o veneno da alma. De ter o direito de ficar triste, de chorar bastante, mas “sacudir a poeira” e recomeçar a batalha. Nada como dar a volta por cima!
A felicidade é uma luta diária. Dá trabalho sim, mas dá uma sensação tão boa tê-la por perto, que aquece o coração.

Inserida por Lety