Monique Frebell: Minha inconstância Hoje eu me sinto...

Minha inconstância

Hoje eu me sinto como uma árvore.
Surpreendida por uma leve brisa que balança as minhas folhas
e derruba as águas da chuva que teimam vir sobre minha vida.

Hoje eu me sinto com um pássaro.
Pois encontrei no ninho do teu abraço o calor que só em ti eu acho.
E essa paz de espírito que tanto foi procurada
nas nuvens do céu e na poeira da estrada.

Hoje eu me sinto como uma onda.
Chegou o dia da minha ressaca!
Ultrapasso todas as barreiras que tentam me parar
e depois da maré baixa continuo obrigada
a fazer rir a quem me faz chorar.

Hoje eu me sinto como a madrugada.
Sozinha, calada, porém sossegada.
Proporcionando a todos minha doce vigilância
enquanto muitos são acordados por pesadelos de criança.

Hoje eu me sinto como uma montanha.
Difícil de ser entendida e conquistada
porém fácil de ser vista e admirada.
Tentando elevar-me o mais alto que posso
a fim de não ser destruída e nem machucada.

Hoje eu me sinto como uma menina.
Arrumando a bagunça que fizeram em minha vida.
Desfrutando de prazeres que jamais aproveitei.
Castigando alguns brinquedos que não são os que eu brinquei.

Hoje eu me sinto como uma mulher.
Madura, experiente e preparada.
Dando conselhos de situações que fui marcada.
Amando em silêncio uma paixão atribulada.
Sentindo-me adulta, mas não realizada.

Inserida por monique.belarmino