André Luis Aquino: Deitado debaixo de uma cerejeira...

Deitado debaixo de uma cerejeira enquanto suas flores caem como se fossem neve, estou lendo um livro que me prende a atenção, estava na hora do protagonista descobrir qual era seu caminho, por isso não percebo a aproximação dela.Sutilmente fecha meus olhos com as duas mãos vindo de trás de mim.Pelo perfume eu a reconheci.Aliás eu soube desde a primeira vez quando o senti que tinha algo naquele cheiro que mudaria a minha vida.Ela então deitou na minha frente, com aquele charme de sempre, meu Deus como ela é linda, conversamos sobre muitas coisas,sempre conversamos muito, e quando já estava quase pra voltar pra casa branca onde morávamos com nosso cão tobby, colocou uma das minhas mãos na sua barriga, me deu um sorriso e saiu correndo.O que me fez me apaixonar por ela foi seu jeito de menina dentro de uma mulher.
Naquele momento coloquei o livro do meu lado e encostei a cabeça no tronco, a minha frente o verde dos morros começaram a cintilar.Disse a mim mesmo que a minha missão finalmente estava começando.Ter um filho com a mulher que eu mais amasse em toda a minha vida.Porque ter filhos com que pessoas que gostamos é simples, mas com a mulher que temos certeza que foi escolhida não por mim, mas pelo universo, por Deus, para ser a mãe sempre foi o que tive mais certeza em meu caminhar.Meus filhos ainda não nasceram porque eu estava procurando por eles e finalmente nos encontramos....

Inserida por lilou