Paula Câmara Ferreira: MusicaS... São hoje poucas palavras que...

MusicaS...
São hoje poucas palavras que compõe
Minha musica...
Sao hoje de um tanto mal gosto meu..
São hoje o que eu serei amanha
essas tais Palavras q inspiram minhas musicas...
[...]
Entenda como quiser as minhas palavras e atitudes...
Eu sou assim nao mudo por nada muito menos "amor"...
Sigo nessa estrada com rosas vermelhas de espinhos afiados
Deixarei cair o meu sangue, para entao marcar você, e nao entenderá pq isso nao é uma prova de amor...E sim de coragem...
Giro o tambor e você escuta o tiro e vê seu sangue jorrando no chão..Isso é o amor meu caro, suicídio, uma morte lenta e prazerosa...E vivemos pra isso
;]
E entao pergunte meu nome!

Inserida por Paxazinha