Antônio Carlos Baena: Apenas um coração solitário. E,eu que...

Apenas um coração solitário.


E,eu que peço,penso e passo,
Desejando um abraço apertado,
Mas,espaço não encontro em seu coração.

Triste de mim,que pensei que fosse assim,
Tão simples enfim,me livrar da solidão.

E,eu que pensei,que presente não éras pra mim,
Percebi,tesouro não sou pra Ti.

Oh meu Senhor,atenta por favor,
Com teu imenso Amor,para a dor do filho teu.

E,eu que tenho e tanto quero
A Ti já não mais espero,pois não queres mais a mim.
Pelas ruas ando eu,mas,quando me vê não consegue perceber
O carinho que tenho por ti,pois não queres mais a mim.

Óh tempo,duração limitada,que se opõe a eternidade.
Traga-me de uma vez a verdade,com sinceridade.

Hora,passa,ora.
Por que tanto demora?
Mas pra mim já não importa, pois trago na memória
O sabor do beijo teu.

Inserida por Baena