Guilherme Teixeira Franco: O amor é dose, uma dose de algo. O que?...

O amor é dose, uma dose de algo. O que? Eu não sei, mas deve ser de alguma droga, uma droga que te alucina, te deixa completamente louco sem saber o que fazer. Além de tudo essa tal da droga de amor, que dizer do amor, vicia. E muito!
O meu caso já é sem solução, estou viciado sem saber como, pois não consigo parar com isso, largar essa sensação que me entorpece e me deixa em êxtase total.
Mas se bem que no final deve ser bom, precisa ser bom. Me da tanto prazer me deixa tão louco que até estou pensando em aumentar a minha dose diária, dobrar, triplicar, até mesmo morrer de overdose, overdose de amor.

Inserida por touch