David P. Guimarães Thomé: É curioso como isso acontece, Não...

É curioso como isso acontece,
Não chego do nada,
Prefiro a troca de olhar…
Logo estou dando risadas
Esperando você chegar…

Não se iluda com minhas palavras,
Tristezas, alegrias ou fantasias…
Sou assim, novo e velho,
Bobo e complexo, sério e sarcástico…
Carinhoso, bondoso,
Ignorante, monstruoso…
Podemos discutir poesia,
Podemos discutir nossas vidas…
Mas não vamos discutir coisas vazias…

Se o que vale é o momento;
Então que tenha valor…
Convivi em meses, vários momentos;
E nada ficou a não ser rancor…

Que seja para valer a pena
Essas duas ou três horas,
Duas ou três semanas,
Não importa;
Desde que no final eu consiga fazer um poema.

Não olhe nos meus olhos,
Nem no meu sorriso,
Não pense em nada sério,
Eu não quero isso…
A vida é sua, não me dê explicações;
E não espere as minhas;
Agora sou assim e possuo muitas razões…

Vou estar com você quando precisar,
Te defenderei enquanto possível,
E não esperarei nada de você,
Mas… Por Favor!
Não, não me ame…
Não, não se ilude…
Não, não se apaixone…

Inserida por davidnsp