Dani Z: O Fura fila (telefone) Em meio de...

O Fura fila (telefone)

Em meio de dezenas de pessoas que se acumulam em uma fila de espera pra serem atendidos, chega ele e fura fila com a maior naturalidade do mundo e ninguém percebe que ele passa na frente de todos... Estou falando do telefone, esse mesmo, é injusto como quando toca um telefone dentro de uma repartição lotada de pessoas, ele entra e toma a vez de qualquer um que esteja ali. Muitas vezes eu mesma já furei filas dessa maneira, sabendo que por esse meio meu problema seria resolvido mais rapidamente que o dos outros. O que é uma falha e que me deixa pensando em como injusto é isso.
Não existem grávidas, idosos ou deficiêntes físicos que tenham prioridade diante de um aparelho barulhento que insistentemente chama a atenção de todos os que estiverem presente.
Trimm!!! Trimm!! Trimm.... Alguém vai atendê-lo não tem jeito. Quem está do outro lado da linha precisa de uma informação, talvez a mesma que uma senhora de 72 anos que está aguardando ou quer saber alguma coisa que qualquer pessoa que está ali pessoalmente também quer, portanto seu problema é prontamente resolvido através desse estúpido fura fila. Já me deparei com filas intermináveis em bancos, e só tinha uma pessoa pra atender a todos, essa mesma pessoa que atendia ao telefone que desesperadamente tocava do seu lado, e claro que quem estava do outro lado da linha e muito distante daquele local era prioridade, pois enquanto não se resolvia o problema desse fura fila o aparelho não era desligado.
Ficamos tão furiosos quando ligamos e não somos atendidos prontamente, ou então quando nosso problema só pode ser resolvido com a nossa presença no local. Reclamamos mesmo, dessa vez não conseguimos furar a tal fila e teremos que esperar nossa vez na fila que anda vagarosamente. Vamos procurar "nossos direitos" quando temos que ligar três, quatro vezes e não é solucionado nosso problema; mas esquecemos que se fossemos lá e tivessemos que encarar a interminável fila achariamos até normal. Faltam pessoas pra atender toda essa gente, e ainda tem os telefones a serem atendidos. Não bastasse a telefonista que é a responsável por direcionar cada ligação, ainda assim não dão conta de tanta gente que insiste em usar esse meio.
Bancos privados ou públicos, prefeituras, lojas, correios sempre tem suas filas... acho que nunca peguei fila em posto de combustível, lojas de conveniências. Agora o vilão de todas as filas a serem enfrentadas são os postos de saúde, escolas públicas em dia de matrícula, hospitais do SUS.
É lamentável como um país tão grande, e cheio de recursos possa ter tanta gente procurando emprego e tanta empresa com falha no seu quadro de funcionários. Gastem um pouquinho a mais em novas contratações de pessoas para atender a todos os que estão na fila de espera, e paguem menos em indenizações por reclamações desses mesmos clientes que saem insatisfeitos. Contratem mais telefonistas, e não direcionem os telefonemas a quem atende a interminável fila. Uma coisa de cada vez, se você ficar 10 minutos na espera ao telefone, pense que se estivesse no local pra onde ligou esperaria o dobro desse tempo, com uma diferença: em pé!

Dani Z

Inserida por DaniZ