Charles Hodge: “Mas, o que eu amo quando amo o meu...

“Mas, o que eu amo quando amo o meu Deus? ... não o cântico suave e harmonioso; não a fragrância das flores, dos perfumes, das especiarias; não o maná ou o mel; não aqueles membros que o corpo tem prazer em abraçar. Não são estas coisas que amo quando amo o meu Deus. Mas, quando O amo, é verdade que amo certo tipo de luz, uma voz, um perfume, uma comida, um abraço. Mas estas são coisas do tipo que amo no meu interior, quando minha alma se banha na luz que não é limitada por espaço; quando ouve o som que nunca acaba; quando sente a fragrância que o vento não dissipa; quando prova o alimento que nunca acaba; quando se prende num abraço do qual não é separada pela satisfação do desejo. Isto é que eu amo quando amo a meu Deus!”
...porque... “A razão e a consciência podem levar um homem a mudar de conduta, mas não podem levá-lo a mudar de coração”.

Inserida por samiferraz