Crys de Almeida: Ah, Mamãe! Obrigado, por me deixar...

Ah, Mamãe!
Obrigado, por me deixar ficar!
Estou ansioso pra poder ir nos seus braços!
E não se irrite, se eu as vezes fizer alguma sujeira ou babar em você!
É que ainda sou pequeno mamãe!
Mas com sua ajuda irei aprender!
Sei que você está com medo da minha chegada, por que eu
apesar de eu estar crescendo aqui dentro, ainda serei pequenino e
frágil! Mas mamãe, também tenho medo, e ainda assim eu quero ir aí
fora pra conhecer você e todas essas pessoas que estão ajudando você.
Por que aqui de dentro mamãe, apesar de ainda não escutar, já partilhamos
sentimentos. E por favor mamãe não chore mais! Por que prometo que serei
um bom rapaz e irei me comportar.
Eu amo você, por que graças a você eu posso existir, vir a esse mundo
aprender o amor. E te amarei sempre mamãe. Até quando ficar maior e
mais independente, sempre estaremos juntos.
Cuide direitinho dessa minha casa na sua barriga, e quando ela começar a ficar
apertadinha, provavelmente eu a estique com as pernas e sei que isso vai te incomodar,
mas sou seu filho e minha genética também é exigente e como a senhora sou espaçoso.
Obrigado por me permitir essa vida mamãe, e prometo amar você sempre e nunca deixar você
sozinha. Como sei mamãe que você nunca me deixará.

Inserida por crysdealmeida