Sofz: É aquilo que se vê. É uma coisa...

É aquilo que se vê.
É uma coisa bonita que todos gostam. Apreciam. E exclamam de admiração.

Mas e a beleza que não é vista por todos de maneira igual? A beleza que os meus olhos vêem. A beleza que os teus olhos vêem. A que só os nossos olhos vêem.
Porque só aí tudo o que passa despercebido aos outros me cativa, ma chama.

E és tu que eu vejo. Para além do que os outros vêem. E é assim que me prendes. Que me fazes agir como nunca pensei agir. Descontrolo-me. Digo o que não estava à espera de dizer. Mas as palavras saem e não as consigo prender a tempo.
Mas é por seres como és que gosto de ti. Tão único.
Mesmo assim pergunto-me o que me cativou em ti. Contudo, sem resposta, continuo o meu caminho, o mesmo que faço todos os dias para passar mais um dia a viver um sonho que já esteve mais perto da realidade mas que aí não nos interessava.

Inserida por sofz