Ana Beatriz Figueiredo Mota: " Não há o que neste mundo não...

" Não há o que neste mundo não possa ser dividido.
Não há sonhos grandiosos que não possam ser transformados em milagres existentes.
Não há quem ame e não persevere, ou mesmo, tenha esperança.
Mas há vida em nós, exatamente, da medida dos nossos sentimentos.
Se amamos mais, vivemos mais.
Se amamos menos ou pouco, vivemos tão inconstante e derradeiramente!
Há algumas coisas pequeninas que transformam nossos dias e nossas atitudes diante do mundo.
Coisas estas que, muitas vezes, não enxergamos diante de nós; passam despercebidas, envoltas na correria dos dias.
Palavras, sorrisos, gestos...
Tudo contido num emaranhado de circunstâncias que devíamos priorizar, mas nunca há tempo suficiente.
Aprendí, por mais que não tenham me ensinado, que pequenas e singelas coisas podem nos transformar...
Aprendí, ao contrário da educação encarceradora que tive, que o mundo está à nossa volta para ser desbravado, questionado e, diante de nossas atitudes, transformado...
Aprendí que a maior fidelidade da vida é aquela que devemos à nossa felicidade. Não importa o quão feliz estou, mas importa que eu sempre caminhe ao alcance dos meus objetivos. E no final do caminho, ou não, sempre poderei dizer que não há arrependimentos...
Pois amei, segui e perseverei em busca de sonhos!
Isto já significa tudo!"

Inserida por annaresena