Marylife: DOSE DE SERIEDADE... Que sabes da minha...

DOSE DE SERIEDADE...

Que sabes da minha vida dos meus sentimentos
Que sabes você... Do que sinto do que quero o que penso
Descreveste-me como insana e egoísta
Insana... Talvez e quem é que não se tem um pouco de insanidade
Egoísta não... Não seus julgamentos são infundados
Imaginei-o com o dedo em meu rosto aos gritos
Por ter suportado tantas coisas que não faziam parte do seu modo de ser
Assim dizia você, por suportar minha insanidade por amar.
O que sabes você sobre amar, sobre amor! Pode ser tudo menos amor
Sua dose de seriedade esta com o prazo de validade vencida
Produz reações adversas sem procurar saber se estaria agindo certo
Tomou decisões pensando somente no seu eu sem se importar se feria
Alguém com suas atitudes se rasgaria em pedaços um sentimento. talvez... seu prazer seria esse, sorria, criava, se declarava dia, noite;
E madrugada adentro fazendo suas montagens sentindo um bel prazer
De saber se faria algum estrago, Não Parou por ai foi mais alem;
Humilhou, desfez, magoou, foi frio, duro, acusou mandava para;
Mim as suas criações para que eu visse. Suas atitudes foram contra indicações
Tornou-me fria, causou enjôo, tonturas e mal estar e náuseas.
Tornando-me indiferente a tudo que fazia para mim
Com isso conseguiu apenas me afastar de você
Causou a mim tanta rigidez, tantas ignorância, arrogância.
Talvez não tenha tomado nenhuma precaução antes de me envolver com seu amor
Tanto deslize, tanta falta de consideração, falta de dialogo;
Pediam-me para ter advertência sobre você e me mantive cega
Das suas composições aceitei –o com suas posologia ingeri esse amor
Numa superdosagem acabei intoxicada.
marylife

Inserida por marylife