Toni Rodrigues: Comércio e associativismo (*) Toni...

Comércio e associativismo

(*) Toni Rodrigues

O comércio é hoje a principal atividade econômica do município de Altos. A agricultura sobrevive a duras penas financiadas por programas do governo federal. A pecuária de corte e de leite também passa por dificuldades inúmeras dificuldades.
Desse modo, o comércio ganha notoriedade na geração de emprego e na circulação da renda do município, formada basicamente pelo dinheiro da prefeitura, salários de servidores públicos (dos três níveis), aposentados e pequenos produtores.
Diante disso, não se justifica que o município ainda não conte com uma associação comercial, a exemplo do que já ocorre em vários municípios vizinhos, alguns dos quais até com menor porte do que Altos.
A economia altoense movimenta pelo menos 12 milhões de reais por mês, num total de 145 milhões anuais. É a oitava cidade piauiense em termos populacionais. Nada há que justifique a inércia, a não ser a ausência completa de estímulo por parte dos líderes de opinião ou a descrença generalizada que predomina entre a maioria da população.
Percebe-se que a auto-estima está em baixa por conta de uma série de atropelos administrativos praticados ao longo do tempo e que a mobilização política se dá muito mais por exclusão do que pela necessidade de aglutinar as pessoas em torno de um objetivo comum.
Quando falo de política, estou falando de toda e qualquer movimentação do ser humano em torno da defesa dos interesses coletivos. O comércio movimenta cerca de 70% do dinheiro que circula em Altos, o que corresponde a aproximadamente 8,5 milhões de reais. Todo este potencial não pode continuar sendo desprezado em benefício da letargia que acomete a maioria da população local.
Esse tipo de comportamento, sem dúvida, amplia o espaço dos maus.

(*) Jornalista e coordenador editorial da Rádio Teresina FM – 91,9 MHz

Inserida por tonirodrigues