Eduardo Pizzetti: E quando a tempestade então chegar Eu...

E quando a tempestade então chegar
Eu sei que de mim você vai se lembrar
De todas as vezes que dormisse nos meus braços
Sentindo meu cheiro e o conforto do meu abraço

E por mais que te derem rosas, nunca serão iguais
Como as flores que eu te dei, roubadas dos quintais
E por mais que te derem o mundo, nunca te farão sentir
Como eu fiz, vendo as estrelas de noite no jardim

Inserida por pizzetti