Edineide almeida: Doeu acordar e saber que você não...

Doeu acordar e saber que você não estava mais ao meu lado...
Abrir os olhos e não te perceber;
Amanhecer sem o seu "bom dia";
Sem a tua boca na minha;
Não, não era inverno.
Era a primeira vez sem você;
O primeiro amanhecer sem teu beijo.
E o frio me cortava a pele,
Me agredia a alma,
Me tomava para si, como se permitido fosse.
Teu abraço que me esquantava o ventre,
Eu não o tinha mais...
Fui te perdendo, você me deixando,
E não tive voz, calei-me,
Não soube pedir: Fique mais um pouco.
Nem o sol quis ver-me,
Cobriu-se em uma pesada e negra nuvem,
Recusou-se ver os meus olhos
A te pedir: Não se vá...
Era tarde, você não me ouvia mais.

Inserida por edineidealmeida