Desconhecido: Estou aqui meu amor, á tua espera, E...

Estou aqui meu amor, á tua espera,
E aqui vou ficar, até me encontrares.
Quero-te demasiado para te deixar,
Quero-te demasiado para não te esperar.
Continuo á espera de colar os meus lábios nos teus,
Morder a tua língua, devorar os teus beijos,
Quentes e húmidos como eu os imagino.
De roçar o meu corpo nu, a palpitar, no teu,
De deslizar por ti abaixo,
De me apertares contra ti, qual barco contra o cais…
Gemer, gritar por mais, e mais,
Atiçar-te, provocar-te, incendiar-te
Dar-te tudo e pedir-te tudo
Saciar a tua fome, a tua sede
Comer e beber do teu corpo,
Devorar-te e amar-te quantas vezes o quisermos
Quantas vezes o desejarmos
Quantas noites o desejarmos
Sem limites, barreiras, fronteiras,
Oceanos, medos, vergonhas,
Dispostos a tudo, dispostos apenas a nós,
A tudo o que nos der prazer,
A tudo o que nos apetecer…
Desejo-te hoje mais do que nunca,
Desejo-te na minha vida cada vez mais
Estou aqui: Faz-me tua!
E não partas nunca mais…

Inserida por Braguinha