Wesley Rodrigues Correia: Sou lixo da escória Sou barreira sem...

Sou lixo da escória
Sou barreira sem memória
Sou o ser inexpressivo
Carrego este castigo
Por ter cometido algo pervertido
Complexo ou abusivo
Na passagem derradeira
Sou carne viva da videira
Sou fruto desfavor
Sou capaz de matar ou de morrer
Sou louco sem pensar
Apático sem usar
No meu pensamento
Caio, saio e desapareço
Passo a viver no desconhecido
Além do mais com tantas e outras coisas banais
Eu me aborreço
Sou levante
Sou constante
Deste errante
Sou cova aberta a me esperar...

Inserida por aierroc