Anne Noailles: Fora da língua natal ninguém respira...

Fora da língua natal ninguém respira amplamente - tudo o que existe vive da existência do verbo.

Inserida por agf