Carlos Augusto Cacá: Esse homem de que fala bem que podia ser...

Esse homem de que fala
bem que podia ser eu.
Suas pernas, duas alas
conduzindo ao apogeu.

O seu corpo como vi,
até as marcas de dores
que imagino em ti,
nos meus versos sonhadores,

as palavras provocantes,
presentes desde o começo,
já são coisas de amantes
e ainda nem a conheço.

Inserida por moringa