Dierrisson: Era mais um dia de chuva E lá estava...

Era mais um dia de chuva
E lá estava sozinho, com
Medo de encarar aquelas pequenas
Gotas em minha pequena
Asas.

Pensei em minha vida
Em meu futuro, em tudo,
Em todos, comecei a refletir
Na natureza ao meu redor,
Nas arvores, em todos a minha
Volta, pois todos faziam parte
De mim.

Por um minuto pensei em
Jogar-me naquele temporal,
Mais, porque me jogar?
Irá adiantar alguma coisa?
Se sou infeliz, ou tenho problemas
O problema é meu, e aquele
Temporal, não irá da fim aos meus
Problemas.

Com o meu pequeno bico
Comecei a cantar, comecei
A abrir minhas asas, e deixa que
O vento e aquele pequeno temporal
Levasse a minha tristeza e a minha solidão.


Aos poucos o temporal começou a passar
E logo pensei, não sou livre? Não sei voar?
E porque mim aprisionar em meus problemas?
Se tenho asas, se seu cantar entre as arvores?

O temporal passou, e voei entre as nuvens e
Descobri que temos asas, e que somos livres,
E que nós somos a nossa própria prisão, e a chave
Esta entre nossas asas, A LIBERDADE

Inserida por dierri