Sulekha Vargas: O amor é um campo onde semeio beijos e...

O amor é um campo onde semeio beijos e carícias.
Eu sonho como nascem e crescem,
Parece uma fonte de magia!

Remendo, remendo e torno a remendar.
Penso, penso e volto a pensar.
Nunca, mas nunca chego lá,
Choro, choro, mas nunca vem ter cá!


Tenho que o construir todos os dias,
Senão, cai e parte-se aos mil fragmentos.

Estou falando do Amor.
Ele é inexplicável.
Sofre-se e tem-se dor,
Mas também, não há nenhum medicamento mais eficaz e adequado para curar desgostos.



A POSITIVA e VERDADEIRA Natureza

Eu nunca te tinha visto tão bonito como hoje,
Vestido com roupas da cor deste cintilante sol, pois...
Através de uma ondulação da Mãe Terra
Que sorria com uma liberdade tremenda de carícias como tu, sem guerra...

Com a tua mão de vento
Mexendo junto da jovem canção da Mãe Terra, bem lá dentro,
Com um dia de céu azul de Primavera
E as coloridas flores em forma de coração.

Eu nunca te tinha visto tão bonito como hoje,
Sorris-te radiante dentro de um único coração
Quem procura pessoa cintilante como tu,
Quem escolhe uma beleza de pessoa como tu?

Uma flauta de bamboo,
Cujos lábios pensavam nas tuas melodias
Que se riram com liberdade assente em Terra,
E suas jovens melodias de alegrias,
Cujas almas estavam inundadas de um infinito amor
E em perfeita forma, sem guerra...

Eu nunca te tinha visto tão bonito como hoje,
Com uma queda de lágrimas nos teus cintilantes olhos
Como o teu beijo de amizade na minha alma
Como o teu sorriso de canção de vida
E liberdade no teu amor, ternura, carinho...


Quando não percebo faço que percebo, para não dar a perceber aos outros que não percebo, percebeste??


Só um tolo é que me chama de tolo. Porque um tolo só me chama de tolo quando não é discreto...

Inserida por Sulekha