Dani Z: Não precisa me entender... Vida...

Não precisa me entender...

Vida inventada, história criada, dramas de amores, sonhos e dores, conselhos não ouvidos, derrotas curtidas, perdas lamentadas, histórias frustradas, sofrimentos regados, pedaço de mim por aí, coração retalhado, riso forçado, brigas armadas, verdades negadas, mentiras sufocadas, sonhos guardados, planos desfeitos, viagem marcada, cabelos ao vento, paixão de momento, me lembro, te esqueço, me envolvo, adormeço, te procuro me perco, tentei te dizer, perdi a noção, ajo com cabeça mas que segura as pontas é o coração.
Me cuido, tenho pesadelos, te provoco na rua, te procuro nos cantos, na lua te vejo, invento teu beijo, te faço
o melhor, odeio as rimas, não gosto do certo, eu moldo meu visual, não suporto máscaras, não escondo minha ira,
devo a Deus e sei disso, não me importo com o que pensa, não esquento a cabeça... Se resolver mudar me procure,
mas não mude por mim; pense em você mesmo, seja autor da tua história, me estraguei muitas vezes, me senti
muito bem, eu ja fugi de ninguém, ja jurei pra valer, ja fiz pacto com o espelho, me vi de joelhos, me resolvo
no escuro, pixei o teu muro, belisquei o teu braço, sussurrei bem baixinho, implorei por carinho, me vi na tua cama e chorei e fiz drama, me impedi de te ligar, desliguei celular, ja beijei pra provocar, ja segurei o choro, ja gritei pra te acordar, ja dormi no carro, ja caí da cadeira, cochilei no trabalho, ja peguei um atalho e tive que voltar...
Roubaram minha identidade, denunciei teus pensamentos, troquei o teu nome, fiz bagunça na tua casa, roubei
tua melhor foto, enjoei de escrever, comecei a beber, deitei no teu tapete, contei estrelas e usei calculadora pra conferir, te matei de vergonha, te usei muitas vezes, meu desejo era grande, te amei outras tantas mas nunca vou admitir, prefiro a dúvida no ar, que a certeza contra mim. Detesto teus gatos, prefiro o meu cão, te dou minha vida, me revolto e te acuso, prefiro as amigas, te deixo sem uso, me ajeito em meu mundo, te vejo, te esqueço te confundo.
Me engano de dia, gosto da tua falta, te esculacho, em público te esnobo, a sós eu te dobro, te pego pra mim,
uso artimanhas, faço feitiço, se nada der certo, te espio, te sigo, te prendo, as vezes juro que te entendo.
Não admito as minhas fraquesas, sou dura na queda, tenho crises de esquecimento e sofro por ser atrevida,
te encontro de propósito, te vejo suave, te deixo feliz, te permito ser meu... Te deixo sem jeito, me aproveito da hora, te espero la em baixo, te arranho me encaixo, me invento. Apaguei teus sinais, te vi nos jornais, fingi não te conhecer, prefiro um você mais modesto, seus modos eu detesto, mas me acostumo em seguida, ja que não tem saída, a saída é você.

Dani Z

Inserida por DaniZ