Ana Maria: Primeiro foi a fuga ;achei que me...

Primeiro foi a fuga ;achei que me escondendo escapava dele.Foi inevitável,sem querer,inesplicável,foi maior que eu,maior que tudo que ja tinha vivido e presenciado.Chegou o Amor e criou raízes pela minhas entranhas e ocupou minha alma.Não dei conta de fugir,não podia negar,parei de resistí,achei que se não resistisse não persistiria.achei que Amar podia ser via de mão única,que seria capaz de amar sem querer nadaem troca e de volta.Tinha um brilho nos olhos diferentes,uma alegria e uma coragem vindas não sei de onde...Intimamente sempre sonhei e tive esperanças...,mas passou 1 dia,um mes,um ano.,outro ano...E o tempo não parou para que eu não sofresse.Muito tempo fiquei nessa,chorei;noites em claro e dias de angustia.E o riso farto começou a sumir,a esperança virou desespero.Descobrí que Amar não é mão única,mas via dupla.Que certas horas voce precisa do outro ao seu lado, de seu colo,abraços e palavras de carinho...e começou outra fase de se recompor,como um quebra cabeças ,onde voce procura partes suas ,perdidas e misturadas no jogo da vida.E se pergunta serei o mesmo?terei crescido?valeu amar assim?ficaram mágoas,mas ficaram lembranças boas e por algum momento foi tudo o que se sonha e quer da vida- Amar e ser amado-.

Inserida por annamaria