Jackeline reis: A cor do gosto do teu desejo. O gosto,...

A cor do gosto do teu desejo.

O gosto, da cor da pele de seda, que desliza sob teus dedos
O suave tremor dos lábios sedentos e famintos,
Que vagueiam silenciosamente, por caminhos sinuosos

A febre que sinto, a queimar -me por enteira
É o calor dos teus olhos, é a fome da tua boca,
É a sede de tocar, de provar, de sentir.

És fogo a queimar-me por inteira
Que devora-me com o toque dos teus dedos,
Com a sede dos lábios que me toma pra ti.

É o silenciar dos gemidos, contidos com tua boca faminta na minha.
É a volúpia, do abraço, do afago, da carícia ate então desejada.
É a união dos corpos, desnudos, calientes, sedentos de amor.

É o calor da cor do desejo do teu corpo no meu.
Que por minutos infindáveis, se unem, se completam...
Se entregam e se trasnformam finalmente....
Num único, ser, na união de duas almas em um corpo.

Enfim...saciados.

Texto autoria
Jackeline reis.

Inserida por Jackereis