Hélio Pereira Banhos: Perfume de mulher Já é tarde, perdi o...

Perfume de mulher

Já é tarde, perdi o sono e dormi não consigo. Rolando de um lado para o outro, sentei na cama, olhei para o espelho e me vi muito triste.
Percebi uma triste solidão; com o coração apertado exclamei com voz alta!
Amor, amor, amor como você esta me fazendo falta. Comecei a lembra do meu amor que outra oura me fizera tão feliz, eu não enxergava o tanto que ela era importante para mim e não subi do valor, eu achava que nunca ia sofre de amor. Nunca importei pela grande mulher que sempre estava do meu lado, eu sempre chegava tarde, quantas vezes que nem mesmo voltava para casa deixando a espera.
Era tão pouco o amor que eu de mostrava para ela, quase nunca correspondia o seu grande amor por mim.
Comecei a freqüentar lugares, sempre deixando ela sozinha em casa. Farreava com amigos e outras mulheres, o meu amor sempre em casa esperando por mim.
Sempre que eu chegava a casa, lá estava ela toda bonita cheirosa me esperando chega.
Chegando a casa eu não ligava à mínima, nem percebia a sua beleza o seu perfume, eu ia logo dormi, estava cansado da balada.
O tempo fui passando, eu sempre a mesma coisa...
Eu a perdi, restando somente os lençóis exalando o seu cheiro, seu perfume de mulher, e as suas lembranças que estava a todo canto do quarto.
Hoje eu me vejo completamente vazio, estou numa profunda solidão, ao contrario dela.
Ela esta muito feliz sendo muito amada.
Eu volto a dormi, durante a noite a chamo por varias vezes, como dói ao sentir o meu lado vazio, ainda cheirando o seu perfume de mulher.
Ligo o rádio nele esta tocando uma canção que ela sempre me chamava atenção pela sua letra que interpreta o verdadeiro amor hoje entende o porquê isso.
Eu nunca quis entender este sentimento antes, como eu era “insensato”! Fechei os olhos para o amor, nunca quis enxergar isso. Não percebendo o seu grande amor por mim, deixando de lado. Lá acabou indo embora para sempre, ficando somente o seu perfume de mulher.
Eu acabei perdendo o amor de uma grande mulher.
Hélio Pereira Banhos

Inserida por leik