Gidelmo f. s.: As vezes me pergunto,porque? Por quê...

As vezes me pergunto,porque?
Por quê tem que ser assim?
Por quê não posso ter
Você perto de mim?

Será que não percebe
Que toda vez que sai,
Meu sorriso se perde
E minha voz se vai;

Eu te amo tanto
Que quando olho pra trás,
E você não vejo mais,
As vezes me espanto;

Eu perco a minha paz
E lembro do teu encanto,
Derrepente caio no pranto
E me pergunto onde estais?

O que sinto por você
Virou desatino
E não posso mais conter;

Parece coisa do destino,
Quanto mais tento te esquecer,
Mais me fascíno.

Inserida por gidelmo