Fátima Merigue de Mendonça: DIFÍCIL PROCURA Sómente um instante...

DIFÍCIL PROCURA

Sómente um instante para tê-lo novamente.
Sómente um momento para compreender a dor,
A tristeza que me fez tão só e tão carente de ti.
Sómente a certeza daquilo que mais precisei...
.
Aves mostrando-me o caminho que devo tomar
Voando em direção oposta ao meu mundo, sem rumo
Multiplicando os pecados de tantos erros e enganos
Mostrando que o momento passa e tudo termina.
.
Voarei nos rumos indicados, seguirei o vento
Encontrarei um pretexto para estar fora
Até a chegada do crepúsculo, irei...
.
Precisarei de tempo para degustar meus caminhos.
Nada direi...
Minhas companheiras de vôo acreditarão
que estarei buscando minha sorte. Eu sei que não!
.
Tomarei o caminho oposto que passa pela fonte, e lá;
sózinha direi - Estou indo em busca dos campos!
Simplesmente os campos.
Poderei enfim chorar, e a brisa
carregada de fragrâncias dos jardins,
entenderá que minha busca foi em vão...
Me acolherás em um eterno abraço! Consolando-me!!

Inserida por fatimamerigue