Paulo Master: Romance rosa! Nosso romance é rosa,...

Romance rosa!

Nosso romance é rosa, nossa paixão é um vermelho, como o encarnado do meu coração ao pulsar quando vejo você.
Meu respirar se torna ofegante com sua presença, é assim que você me deixa, eu fico muito doido de paixão com você em meus braços.
Eu chamaria um "baita" palavrão se você saísse agora do meu lado, mas preciso me conter, pois eu terei o seu amor logo mais à noite.
Eu quero sentir seu amor, suprir meu pavor de te perder, fugir pra longe com você, virar uma criança só para você me proteger.
Vem sentando do meu lado e toda safadinha põe a mão onde não deve, nessa hora me deixando doidinho de desejo, bem conhece meu anseio.
Essa paixão que emergi de dentro do meu ser e muitas vezes chega à assustar do tanto bem querer, eu amo você!
Vejo casais se separando e a gente cada vez mais se amando, você me usando e eu te abusando em todos os quesitos que o amor nos permite derivar.
Suja minha carne com seu pecado, me enlouquece com teu corpo sarado, torna o amor uma obra do sarcasmo, mas não me deixa ficar sem o seu lábio conjugado.
Cheiro de mulher fogosa, escrava que desperta os meus maiores desejos, impossível estar à seu lado sem tentar te possuir ou molestar.
Consegue fazer de mim um escravo seu, as vezes já nem sei mais quem sou eu, fui tão longe nesse amor que não sei mais o recomeço, no teu corpo me desconheço.
Esse romance que de rosa não tem nada, é o maior erro da pessoa errada e a mais bela descida de uma precipício se fazendo arriscada.
Coisa de louco irresponsável nosso amor, mas é paixão, a paixão é sem noção, entende pelo coração e o coração não consegue entender a razão.
Se beijo tua boca quero logo mais, quero teu corpo todo, tira de mim essa tentação, afasta seu corpo não posso usar tudo de mim numa hora incapaz.
Você deve estar sentindo que já é tarde para fugir, não tem como um louco sentimento calcular o que nem consegue assumir.
Veste essa roupa aqui não é lugar pra isso, vê se não me faz cometer essa besteira, amor, não faz assim, tira logo essa Roupa vem pra mim!
Não tem como ser insensível diante do amor que nos domina e o fogo desse amor queima com o combustível que é o desejo de amar você.
Te amo, te desejo e almejo você só pra mim, amar é uma fantasia e nós não mentimos ser feliz, o amor se faz verdade o amor se faz paixão.
Se despido o teu corpo como uma rosa, se faz rosa nosso amor e os espinhos dessa rosa nem é rosa em flor, sem espinhos esta rosa é amor.
Não farei se perder tempo com verso ou prosa, nem procurarei espinho nessa flora, vou é viver esse romance por aí a fora, vou me perder nesse romance rosa!

Inserida por Paulo-Santana