Paulo Roberto Gaefke: O pessimista queixa-se do vento, o...

O pessimista queixa-se do vento, o otimista espera que ele mude e o realista ajusta as velas.
(Willian George Ward)
Adapte-se

Não tem segredo: se você esperava uma fruta e recebeu um limão, não faça cara feia, faça uma limonada. Se for esperto, colocará o suco em um litro de água e fará uma limonada. Se for bom comerciante, venderá pelo menos 10 copos de limonada e comprará mais limões. Se for romântico, dará um copo bem docinho para o seu amor. Só não vale chorar e reclamar.

Assim, na vida diária, é preciso praticar a visão dupla, ou seja, a visão que permite ao sábio(você), enxergar os dois lados da mesma situação. Vamos supor que você tem uma viagem de negócios marcada para as 14 horas em outro Estado. Você comprou passagem antecipada, saiu de casa mais de duas horas antes do embarque e mentalizou positivamente para obter o contrato da sua vida. Quando pisou na rua em direção ao aeroporto, começa uma chuva assim do nada. O céu escureceu, os ventos zuniram e os táxis sumiram. Uma hora depois você está no meio do maior engarrafamento dos últimos tempos, mas, como você saiu bem mais cedo de casa e é otimista, acredita que vai chegar á tempo no aeroporto. É, mas não deu, quando você conseguiu chegar, o avião já havia saído há mais de meia hora.

E agora? Sentar no saguão e chorar, ou ligar para mamãe e pedir colo? Brigar com Deus ou cortar o dízimo da Igreja?. Você vê o seu mundo desabar. Até que ao entrar no táxi de volta para casa, ouve a terrível notícia: os passageiros do vôo tal ( o seu vôo) morreram em acidente aéreo onde o avião explodiu assim que saiu do aeroporto (fato verídico).
E agora? Rir ou chorar?

Todas as situações tem dois lados, todas sem exceção. Até para a morte, podemos enxergar dois lados, um é o lado negativo, a saudade, a dor da perda, o outro é o positivo, é o reencontro do espírito com a sua verdadeira morada, ou, em alguns casos, o término de um sofrimento terrível.
Não sei porquê e nenhum filósofo explicou, por quê nós, seres humanos, em 99,9% dos casos, enxergamos apenas um dos lados, e normalmente, o lado trágico das coisas.
Como adoramos uma tragédia, e se é com a gente, que seja a maior tragédia, afinal de contas, nem eu e nem você somos pessoas de "tragedinhas", nós pensamos "alto", nós somos "the best" (ou as bestas), que pegamos a nossa dor e transformamos em um verdadeiro tormento.

Fala sério, você já não se pegou fazendo drama barato só para chamar atenção de alguém, tipo aquelas chantagens sem graça só para fazer um charminho? Até aí, tudo bem, mas quando transformamos essa angústia em dor profunda, e não enxergamos uma saída, o caso fica muito sério e pode terminar em muito sofrimento para todos os envolvidos.

Por isso, pare de sofrer antecipadamente, e procure olhar de fora para o problema. Um lado você já conhece, o lado da dor, então é hora de pensar nas outras possibilidades. Não entre nessa de dizer que não tem saída, isso é uma desculpa do nosso interior derrotado, aquele interior que "gosta do sofrimento" (Todo mundo tem um "eu" masoquista).

Tenho certeza que você vai se surpreender com as possibilidades que vai encontrar. dependendo do problema que te aflige, poderá encontrar uma saída tão fácil, mas tão fácil que você vai pensar: "Como é que eu não pensei nisso antes...". É assim, a vida fecha uma porta, Deus abre uma porteira, mas depende da sua vontade de ir buscar essa saída.
Que tal começar agora?

Inserida por gaefke