Paulo Roberto Gaefke: O poder de mudar "Eis que eu sou o...

O poder de mudar

"Eis que eu sou o SENHOR, o Deus de todos os viventes; acaso haveria alguma coisa demasiado difícil para mim?"
(JR 32:27).

Por onde tenho andado, tenho visto muito sofrimento. Pessoas sendo esmagadas pelo peso de dívidas e humilhações. Pessoas solitárias com relacionamentos desfeitos misteriosamente. Inveja e orgulho correndo solta pelas ruas de todas as cidades. Seja no campo, seja no grande centro urbano, ouço falar em depressão como se fosse uma peste que se alastra silenciosamente.

Diante de tanta dor e tanta tristeza, perguntam os anjos de todas as direções: onde anda a fé das pessoas?
A fé parece uma coisa ultrapassada. Falar em Deus é coisa de "careta"ou "crente fanático". As igrejas (com exceção de poucas), andam ás moscas, os hospitais cada vez mais cheios de pessoas com doenças "psicossomáticas" ou seja, geradas pelo desequilíbrio dos pensamentos, sentimentos e o lado espiritual.

Acorde para a vida!
Você é filho verdadeiro de um Pai amoroso que colocou tudo do bom e do melhor nesse mundo de provações para que você possa usufruir e progredir. Quem é que vai fazer uma oração de louvor ou agradecimento com a sua vida de cabeça para baixo? Se tens dívidas até com o vizinho de porta, se os armários estão vazios, se você perdeu tudo, até a dignidade, vai agradecer o que?
Você acredita que Deus quer ver você assim? Você gostaria de ver seu filho sofrendo feito animal em matadouro? Claro que não. Se você que é humano e cheio de defeitos não quer ver seu filho sofrendo, imagine o Pai de todos nós, o Criador da vida?
Ele quer que você tenha tudo e tudo em abundância.

O nosso pensamento pequeno e medíocre é que nos afasta dessa abundância. Nós acreditamos com dúvidas. Nós oramos com um olho fechado e o outro aberto. Nós esperamos cair do céu.
Chegou a hora de determinar a mudança na sua vida.
Dizer: Basta de sofrimento e afirmar: "eu mereço uma vida digna, uma família feliz, um amor maravilhoso, uma lar de bençãos, saúde plena. "Você merece porque Deus é Deus de abundância, de alegria, de paz, não de pobreza, miséria, guerras, intrigas e dor. Deus é amor e estende o seu amor para todos nós todos os dias. Uns abrem os braços e recebem esse amor, e trabalham confiantes, e sabem que são abençoados e a vida prospera, outros, fecham-se em reclamações, em atos mesquinhos e choram por empregos medíocres, por romances que não valem uma lágrima, por perdas que nós mesmos causamos.

Chega de choro, chega de dor, o momento é de alegria, de reencontro, pois está escrito: "Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á." (MT 7:8).

Abra os braços para a nova vida que começa hoje.
Acredite no seu potencial, acredite na sua capacidade, acredite em Deus, com certeza às portas se abrirão para a sua felicidade.

Inserida por gaefke