Larissa Silva B. Cruz: Há momentos que faltam palavras Ainda...

Há momentos que faltam palavras

Ainda me lembro daquela tarde,
não era vaga como estas lembranças,
O sol era forte, e arde
E nos lábios poderia sentir uma fala de pobres esperanças.

Ainda me lembro daquela noite,
Andar sem rumo em busca de ouvir apenas uma frase boa,
E que sempre um abraço era um conforto forte,
pAra uma pessoa que está a caminhar pelos cantos da rua.

Ainda me lembro de tal instante,
Que correr pelos cantos da casa,
Tornava-me uma criança distante
Com esta pequena asa.

Ainda me lembro que momentos são guardados como fotografias,
E sem o uso de atos. foram expressas no geral,
Pois no dialógo de uma vida toda, faltaram palavras,
Para que completasse o sentimento final.

Ainda me lembro das cartas que me escrevia,
guardar em uma gaveta, era fácil demais,
Eu poderia tê-las em minha memória e, sempre temia
Que com o entulho delas, ainda farias barcos de papel, mais e mais...

Inserida por L.s.b.c