Pequenina: O que a Lua me conta… As estrelas...

O que a Lua me conta…


As estrelas perdem a cor
Quando a tua ausência se faz sentir
Quando a saudade aumenta
Até o sol brilha menos
O próprio luar se esconde
As nuvens cobrem tudo
trás o teu sorriso
Ilumina o meu dia
Aquece a minha alma
Tudo em mim clama por ti
O meu pensamento jamais te abandona
Só sei a música do teu nome
Só sinto o odor da tua presença
És calmaria, és o fim da tempestade
A tua voz, a melodia que encanta
O teu toque, a ternura do querer
Perco-me nos teus olhos
Navego nas tuas palavras
Encontro-me nos teus braços
Caminho a teu lado…
Com a segurança do teu abraço
Não me importa o resto do mundo
Nem o relógio que teima em não parar
Sinto o doce do teu beijo
Deixo-me envolver pela leveza do ser
Entro no teu mundo…
Procuro pela paz do teu corpo
Pelo teu toque que me preenche
Por tudo o que és…
Embalo mil cores
Tenho em mim sorrisos
Lembranças, momentos…
Toco com cuidado o céu
Trago um pouco de azul
Pinto com ele o mar
Com pequenos gestos de magia
Faço surgir a noite
Festejo com raios de luz
Pincelo com prateado o reflexo do luar
movimento as ondas
Não deixo que nada naufrague
Nem barcos, nem sonhos, nem pensamentos
Desço à terra
Perco-me na confusão de um dia
Fico triste com o choro dos inocentes
Alegro-me quando nasce um novo ser
Cheiro as flores
sinto a suavidade do pelo de um gato
A sua fidelidade a quem os sabe cuidar
Sou gente…
Sou mundo…
Posso até ser bicho…
Reparo em tudo
Estou na explicação do nada
Pertenço à imensidão
Ninguém me acha
Todos me vêm
Tenho o poder de saber…
A luz do dia, a magia da noite
Sou o correr das nuvens
O doce dançar das árvores
O cair da folha…
Trago a geada, o branco
Aqueço a terra, dou vida ao mundo
Posso ser tudo
E não trazer nada
Espero por um sorriso
Pelo chamar do meu nome
Sou pequena
Pequenina do tamanho do mundo

Inserida por Saladini