Dulce María: Às vezes quando estamos tão tristes,...

Às vezes quando estamos tão tristes, nossos sonhos caem no chão como pedacinhos de estrelas que pouco à pouco se apagam, nosso coração chora em silêncio, para não fazer barulho, os olhos do coração vêem além mais do que a vista nos permite, gelam todo o corpo e o coração de tanto amar se converte em gelo para não sofrer mais, para já não chorar... Mas que enganado está! no final haverá alguém para acender a chama da sua alma e derretera o gelo que a dor formou no seu interior, e se olhar para o céu, se dará conta que ficam milhões de estrelas e cada uma é um sonho por cumprir, ainda que algumas se apaguem, haverá muitas que apenas começam à brilhar, e também se dará conta que há estrelas que brilham, mas a sua luz não é mais que um eco, o espelho do que algum dia foi a sua verdadeira luz, mas agora já não existe, você decide no que acreditar, só não abandone seus sonhos, são os únicos que te salvarão do esquecimento.

Inserida por Kau