Manuela Saraiva: PRA ELE. as vezes, somos capazes de...

PRA ELE.

as vezes, somos capazes de controlar à tudo: às nossas ações, às nossas reações, às nossas vontades e até aos nossos sentimentos, mas chega uma hora que nada mais funciona. parece que os seus controladores estão enferrujados e então você se deixa levar por palavras, atos, sentimentos que você achava que nunca iriam existir e você, por ter sofrido tanto, sente medo. medo de viver, medo de sentir, medo de ser, medo de curtir, medo de abraçar, medo de querer, medo de amar, medo de perder. porém já não há controle, já não há uma força que faça você voltar ao lugar de onde saiu, porque, por mais que a sua razão queira, o coração já não permite. e você tem receio de dizer, receio de demonstrar, pois amar nem sempre é fácil pra quem teve visões não muito boas sobre o amor. pais separados, mãe sofrendo diariamente por amor, pai sofrendo por não ter o amor da mãe... é complicado falar desse assunto para uma pessoa com estes 'problemas', mas... pareço estar em um conto de fadas, literalmente ! é como se eu fosse ser feliz para sempre. (sempre, de verdade) e esse é um dos problemas.



amar nem sempre é o conto de fadas que aparenta ser nos filmes e eles iludem a gente com aquelas cenas, aquelas músicas e todas aquelas coisas que nunca acontecem na vida real. eu penso em desistir, mas, só de ver aquele rostinho bonito sorrindo pra mim e dizendo e demonstrando o quanto é boa a minha presença... eu perco todas essas idéias e os planos começam a fluir na minha cabeça e se reforçam dentro de mim, dentro do meu verdadeiro eu, porque, quando estamos com a pessoa que gostamos, somos nós mesmos ! e não há como esconder isso.

Inserida por maa-nu