Eddie Bulhões: Nuven Agora sou nuvem, Infinitamente...

Nuven

Agora sou nuvem,
Infinitamente livre,
Podendo ser de vários calibres
Ou não ser notado por ninguém

Nuvem vagando só,
Me transformo em quem sou,
Talvez num animal só
Mais um que o vento levou

Aquela nuvem que acaba
Com um lindo dia de sol
Carregada trago a chuva
Pra molhar a terra seca

Também a que ganha forma
Na imaginação dos naturais,
Aquela que se desfaz
E da origem a outras nuvens

E além dessas
Sou a nuvem
Esquecida por ai
E que jamais tomou forma...

E.Bulhões

Inserida por meliantez